Compra e venda de consórcio contemplado é legal?

Consórcio é uma modalidade de compra a longo prazo, já que para adquirir um bem, é preciso esperar ser sorteado ou acumular uma quantia de aportes para dar um lance. Para alguns, essa é a alternativa perfeita para adquirir um bem ou serviço.

Para outros, apesar das ótimas condições de pagamento, esperar para ser sorteado não é uma opção. Então, existe o impasse de querer os benefícios do consórcio, mas precisar adquirir o bem de imediato.

Pensando nisso, o mercado oferece uma solução que oferece o melhor dos dois mundos: vantagens do consórcio a curto e médio prazo. É a venda e compra de cartas de crédito contempladas. 

Entretanto, quando o assunto é compra e venda de consórcio contemplado, o que não faltam são dúvidas sobre o que é essa modalidade, como funciona, onde comprar e vender e principalmente, se é ou não uma solução financeira legal.

O consórcio por si só já levanta diversos questionamentos, porque apesar de bastante conhecido, poucos realmente entendem como funciona e seus benefícios – que são muitos. Além é claro, da desconfiança de uma modalidade sem taxa de entrada, juros e melhores condições de pagamento.

Portanto, a carta de crédito contemplada é um tema ainda menos conhecido, mas igualmente vantajoso – se não mais. Você já ouviu falar sobre este recurso? Se você deseja os benefícios do consórcio, mas sem precisar esperar até ser sorteado ou dar um lance, esta opção é para você.

Para solucionar tantos questionamentos, apresentaremos a seguir o que é consórcio contemplado, seus benefícios e como funciona e principalmente, explicaremos sobre a questão legal sobre o tema.

Então continue lendo este conteúdo para saber tudo o que precisa sobre cartas contempladas e, se compreender que este é o recurso ideal para você, entenda como fazer essa aquisição.

O que é consórcio contemplado?

Para entender o que é consórcio contemplado, é preciso compreender como o consórcio por si só funciona. Existem muitos termos que podem confundi-los, por isso, explicaremos brevemente como este recurso funciona, para assim, partirmos a carta contemplada.

Consórcio é uma modalidade de compra em grupo, no qual todos os membros contribuem com uma parcela pré determinada até o final do contrato, criando um fundo coletivo com dinheiro suficiente para que todos adquiram seus bens à vista.

Mensalmente, um participante é sorteado para receber sua carta de crédito – documento que o possibilita a comprar o bem ou serviço desejado. Todos receberão ao longo dos meses e, por isso, é uma modalidade a longo prazo.

Porque, ao mesmo tempo que pode ser o primeiro sorteado, também é possível que seja o último. Quem quer adiantar essa contemplação, pode fazer um lance, contribuindo com um valor maior.

Todo esse processo é organizado por uma empresa especializada, chamada administradora. Então, com estes termos em mente, é mais fácil compreender o que é o consórcio contemplado.

A compra de cartas de crédito já contempladas se dá quando um participante, por algum motivo, deseja vender seu documento que permite a compra do bem. Sendo assim, quem comprar, entra no grupo de consórcio, já com status de contemplado.

O vendedor passa a titularidade da carta ao comprador, o valor estipulado é pago e pronto, carta adquirida. É claro que simplificamos o processo para entender como ele funciona, mas a administradora deve aprovar essa compra e intermediar os trâmites.

Mas de forma geral, este é o conceito de compra e venda de consórcio contemplado. Adquirir uma carta de crédito tem diversos benefícios, como aumentar patrimônio, investimentos, aquisição dos bens à vista imediatamente, possibilitando negociações, entre outros.

Compra de cartas de crédito: legalizada ou não?

Sim! Apesar da desconfiança de muitos, este recurso é sim permitido por lei.  Desde 2008, existe uma lei que regulamenta os consórcios e em um de seus artigos, como citaremos a seguir, explica sobre a compra e venda dessa modalidade.

Para que os consórcios fossem feitos de maneira mais confiável e transparente, em 2008 a Presidência da República sancionou a Lei nº 11.795/2008, conhecida como Lei dos Consórcios, que proporcionou maior estabilidade jurídica para o setor ao segmento.

Segundo o artigo 13 desta lei, a compra e venda de cartas contempladas é legal, previsto no trecho: “Os direitos e obrigações decorrentes do contrato de participação em grupo de consórcio, por adesão, poderão ser transferidos a terceiros, mediante prévia anuência da administradora”.

É seguro? 

O processo deve ser mediado por uma administradora que analisará cada caso e permitirá ou não. Sendo assim, é sim um recurso seguro e se feito corretamente, só tem benefícios.

Existem trâmites legais e até que a titularidade seja passada, é importante contar com os profissionais da área para te amparar. Além, é claro, que ter ao lado uma administradora evita que caia em golpes, possibilita maior poder de negociação e a tranquilidade de estar fazendo um negócio seguro – tanto para o vendedor, quanto ao comprador.

Como comprar consórcio contemplado?

Se interessou e quer saber por onde começar? É simples, quem deseja comprar ou vender cartas de crédito precisa procurar pelas administradoras. Algumas são especialistas nessa questão e, por isso, podem te auxiliar da melhor forma.

Vale reforçar que não é preciso conhecer alguém que esteja vendendo sua carta de crédito, basta entrar no site da Cartas de Crédito, administradora especializada e experiente no mercado, que encontrará diversas opções. Confira!